11.22.2011

Lógicas Criativas: criação!!!

Lógicas Criativas é um objeto de aprendizagem que se propõe a estimular a criatividade, 
apoiando o criador no desenvolvimento trabalhos originais.
 
 O jogo foi desenvolvido pela equipe de pesquisadores do NDS – UFRGS como parte de pesquisa 
sobre processos criativos. Entendemos o conceito de jogo como "uma atividade ou ocupação 
voluntária, exercida dentro de certos e determinados limites de tempo e de espaço, segundo 
regras livremente consentidas, mas absolutamente obrigatórias, dotado de um fim em si mesmo,
 acompanhado de um sentimento de tensão e alegria e de uma consciência de ser diferente
 da 'vida quotidiana'" (HUIZINGA, 2005, p.33).
 
A partir do estudo da bibliografia foram definidas as quatro categorias 
– ações, lógicas, temas e imagens – com seus respectivos conteúdos, e desenvolvida a 
estrutura do jogo, que consiste em sortear conceitos dentro das categorias. 
 
Dessa maneira, configura-se em um jogo individual que, pelo imbricamento de dois desses 
vetores, propõe uma provocação para desencadear o processo criativo.
A metáfora escolhida para o desenvolvimento da interface foi o jogo de cartas, especialmente
 a Paciência. Uma das premissas desse tipo de jogo é a surpresa, não saber qual carta será 
tirada: as cartas precisam estar embaralhadas para o jogo funcionar. O mesmo acontece aqui,
 onde a intenção é provocar um ponto de partida diferente do habitualmente adotado por 
cada indivíduo para a criação. Além disso, a Paciência é um jogo tão disseminado na sua 
versão para computadores que, acreditamos, não oferecerá maiores dificuldades na interação.
Inicialmente foi desenvolvido para ser aplicado como apoio às aulas nas áreas de 
Educação Artística, Artes Visuais, Design e demais campos que desenvolvem
 composição visual, desde o ensino médio até graduação, pós-graduação e extensão
 universitária. Porém, pode ser utilizado por profissionais dessas áreas, que tenham
 interesse em ampliar seu repertório. 

Equipe:
Dra. Evelise Anicet Rüthschilling: coordenadora do projeto
 

2 comentários:

Erika Yangg disse...

Achei muito interessante a proposta! Poderiam vender o jogo em papelarias distribuidas pelo Brasil.

marcio dupont disse...

Convido vocês ao meu blog de design, obrigado.